Você é boa ou má?

Você é boa ou má?



Pode ser que - num primeiro momento - a maioria das pessoas aparentem ser boas e nobres. Talvez você mesmo se perceba assim, como uma “pessoa de bem”. Você separa seu lixo, faz trabalho voluntário, ajuda seus pares sempre que pode, usa fio dental regularmente.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

No entanto, dentro de cada um existem aspectos reprimidos. Uma “porta” onde se escondem (alguns nem tão escondidos assim) instintos e sentimentos “pouco nobres”, muitas vezes condenados socialmente, outras vezes condenados por você e sua concepção de moral.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Quem nunca se viu tomado por algum desses sentimentos? Raiva, inveja, ódio, luxúria, desejo de vingança... tantos e tantos sentimentos, tão “condenáveis”, e tão... humanos.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Esse conceito de lado “bom” e lado “mau” que constituem essa dualidade foi o tema do clássico “O médico e o monstro”, de Robert Louis Stevenson, escrito em 1886.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A obra conta a história de Henry Jekyll, um médico bem sucedido que no livro é descrito como “uma daquelas pessoas que praticam aquilo que se costuma chamar de Bem”. Após sua morte, ele deixa um testamento com Mr. Utterson, um advogado seu amigo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Porém era um testamento muito intrigante, já que concedia plenos poderes em caso de morte, de desaparecimento ou ausência não explicada, a um tal Edward Hyde.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Esse Mr. Hyde despertava horror e repugnância em todos aqueles que cruzavam seu caminho. Era descrito como a encarnação física do mal. De estatura pequena e com alguma deformidade que ninguém era capaz de descrever.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Ninguém entendia a ligação entre o bondoso e respeitável Dr. Jekyll e o malévolo Mr. Hyde.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

No final da história, após vários desdobramentos, vem à tona a surpreendente e aterrorizante revelação: Dr. Jekyll e Mr. Hyde eram a mesma pessoa.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Dr Jekyll, não estava satisfeito com sua vida pessoal, excessivamente moldada pela moral inglesa do século XIX, e em decorrência de suas aspirações sociais, sentia-se obrigado a sufocar seus prazeres e instintos, seu “lado B”.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Só que ele reconhecia que esse lado não havia sido suprimido, então, através de seus experimentos científicos, desenvolve uma fórmula que lhe possibilita transformar-se em Edward Hyde, uma espécie de alterego que não se submete a nenhum tipo de regra moral ou ética.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Assim, ele acredita ter resolvido a questão, manter uma natureza imaculada e outra manchada pelos seus desejos impuros. Tem a fantasia de que poderia se desvincular dessa parte “condenável” de sua natureza. Só que pouco a pouco Mr. Hyde vai tomando conta da maior parte da existência dos dois, até que Dr. Jekyll desaparece por completo. E Mr. Hyde comete suicídio. Ambos perecem.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Você acredita mesmo que existe alguém que é de todo bom ou de todo mau? A identificação produzida por essas alegorias simbolizam os conflitos internos existentes em cada um de nós, entre o bem e o mal e entre a realização dos desejos e os valores morais.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Acreditar que algum sentimento dessa natureza não tenha a ver com você é uma fantasia, e ignorá-los não farão com que desapareçam, eles só aparecerão de outra maneira. De uma forma mal-dita. Ignorá-los significada dar autorização para que continuem no inconsciente. Um exemplo desse jeito mal-dito seria atribuir aos outros, projetar, esses sentimentos, julgamentos ou ideias que te pertencem. Suspeite daquele traço que você acha insuportável no outro, pode ser que tenha a ver com você.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Lançar luz a aspectos que você talvez considere pouco nobres, e até mesmo condenáveis, te dá a chance de lidar melhor com eles. Sair da ação inconsciente e trazer para o discurso. Então você quer matar sua família? Bom, você não pode fazer isso. Mas você pode falar disso.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Responsabilizar-se. Isso pode envolver dor, mas é a partir daí que algo pode ser feito. O que não é elaborado através da palavra é gritado através de atuação. O que o Mr. Hyde que habita em você tem a dizer? 🎈


Beijo,

Psi Liege Vieira

Colunista da Sociedade das Marias



NOSSO TELEFONE

(11) 99335-0525| (11) 97444-5908

NOSSO EMAIL
NOSSOS HORÁRIOS

Segunda a Sexta, das 09h às 17h.

INSCREVA-SE AQUI
LINKS ÚTEIS
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2019 Sociedade das Marias