Um novo amanhecer!

Um novo amanhecer!


Momentos de coragem serão sempre necessários ao longo da nossa vida. Ninguém tem o privilégio de atravessar a existência sem enfrentar dias de tempestade, quando tudo parece ruir e desesperar.


Haverá aquele dia que parece que os acontecimentos impostos pelo caminho são mais pesados que a nossa estrutura física e psicológica.


Algumas vezes realmente será. Algumas vezes será necessário buscar suporte em abrigos firmes e fortes que no momento da tormenta tenham calados sadios e estejam acessíveis para nos acolher.


Normalmente são pessoas do nosso círculo familiar, os amigos sinceros. Porém, pode-se encontrar esse amparo também numa mensagem edificante, num profissional, numa música, na espiritualidade.


São momentos de muita troca e aprendizado, experiência e autoconhecimento.

São momentos de mergulho no profundo do nosso ser, método natural e automático para chegar um pouco mais perto do nosso verdadeiro centro, desfazer ilusões, realinhar objetivos, ampliar nossos limites.


Saber da existência desses desafios ajuda na hora da travessia, com acalanto na certeza da sua transitoriedade. Saber que uma fase boa logo virá nos alerta para aproveitar os momentos de alegria, paz ou plenitude quando a brisa soprar. Segurar uma mão amiga de um lado e apertar o leme com outra assegura a atracação, que, podendo tomar o tempo que for, ocorrerá.


Esses grandes desafios pelos quais passamos, nos dá autonomia para também adiante, ser porto. Experimentar a tempestade, nos ajuda a reconhecer a garoa e suportar melhor a chuva. Invernos da vida faz brilhar mais ainda o sol, a cada novo amanhecer.


Andréia Borges


Que tal escrever para o Blog das Marias ou anunciar aqui?

Entre em contato conosco e saiba mais: (11) 9 9335-0525



0 visualização
NOSSO TELEFONE

(11) 99335-0525| (11) 97444-5908

NOSSO EMAIL
NOSSOS HORÁRIOS

Segunda a Sexta, das 09h às 17h.

INSCREVA-SE AQUI
LINKS ÚTEIS
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2019 Sociedade das Marias