O inconsciente não conhece o tempo

O inconsciente não conhece o tempo



“Mas isso faz tanto tempo! Por que você ainda fica pensando nisso?”

“Para que ficar remexendo no passado?” “Coloque uma pedra em cima desse assunto.” Ou como disse o Timão ao Simba: “Você tem que deixar o passado para trás!" ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Estamos acostumados com o tempo cronológico, em que o dia 3 vem depois do dia 2, e a sexta-feira vem depois da quinta. O horário comercial vai até as 18h, e o que aconteceu há 20 anos já aconteceu há muito tempo. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Mas o inconsciente não bate ponto, não tem compromisso com esse tempo cronológico, e pode ser que o corte de anos atrás continue sangrando como se tivesse sido ontem. Então como pode ser passado se ainda hoje essa ferida se faz presente?


Uma questão traumática que não foi elaborada – não interessa o tempo que passou, porque para o inconsciente é como se fosse atual. O inconsciente não conhece tempo, lei ou lógica. A ferida fica ali aberta, te incomodando, mesmo que você não se dê conta, mas a ferida está ali doendo o tempo todo e influenciando vários aspectos da sua vida. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Talvez você ache que seja melhor não falar do que dói, talvez você ache melhor guardar tudo numa caixinha e enterrar no fundo do peito essa dor, pois acredita que mais cedo ou mais tarde ela irá desaparecer. Foi isso que o Simba tentou fazer. No entanto, quando não se coloca em palavras, não se elabora, essa dor que não é dita fica mal-dita, e é gritada pelo corpo, e pelo comportamento. Para o Simba foi preciso que o Rafiki lhe desse uma paulada na cabeça, e para você, o que vai ser necessário? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Começa-se uma análise pelos mais diversos motivos. Descobrir-se, torna-se, nascer…

Para se autoconhecer é preciso ter coragem, é preciso sair da mansidão. O que assusta nisso é o que a sociedade contemporânea mais teme: o conflito, e como fazer para lidar com ele e suas raízes, que estão em cada um de nós.

A análise é uma saída, sendo através de seu corte crítico, que apesar de incomodar e perturbar, a análise te apoia na conquista de uma autonomia possível, o que já é muito.

Grande abraço e pode contar comigo.


Psi Liege Vieira

Colunista da Sociedade das Marias

Que tal escrever para o Blog das Marias ou anunciar aqui?

Entre em contato conosco e saiba mais: (11) 9 9335-0525



0 visualização
NOSSO TELEFONE

(11) 99335-0525| (11) 97444-5908

NOSSO EMAIL
NOSSOS HORÁRIOS

Segunda a Sexta, das 09h às 17h.

INSCREVA-SE AQUI
LINKS ÚTEIS
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2019 Sociedade das Marias