13 coisas que aprendi quando abri um negócio

13 coisas que aprendi quando abri um negócio

Atualizado: 14 de Mar de 2019


Há alguns dias eu publiquei um artigo dando 5 dicas para quem quer abrir um negócio próprio mas não consegue ter ideias do que abrir. Se você ainda não viu, recomendo fortemente que primeiro leia essa matéria antes de ler a atual. Clique e leia a matéria na íntegra: 5 dicas para quem quer empreender mas não sabe que tipo de negócio abrir!


Só para resumir, nessa matéria eu falei sobre você descobrir um talento que tem (e você possui sim, um talento) e com ele tentar resolver problemas das pessoas.


Foi exatamente isso que eu fiz, quando abri o meu negócio. Então eu quero te contar aqui algumas das coisas que eu aprendi quando comecei. E espero que essas coisas possam te inspirar a também abrir o seu negócio. Então vamos lá:


1. Eu sou formada em Ciências Contábeis e sempre trabalhei como Controller. Eu achava que só sabia fazer isso. Então, quando resolvi me aventurar no trabalho com a Internet (mas isso é outra história, que te contarei depois) eu achava que precisaria ter muita criatividade e me achava uma pessoa totalmente “calculista” e com criatividade zero.


Mas o detalhe é que eu sempre gostei muito de escrever e quando comecei a pesquisar sobre o que eu poderia fazer, e de fato comecei a trabalhar, eu me surpreendi com o tamanho da criatividade que eu tinha, e não sabia. Era só começar a pesquisar, estudar e as ideias iam surgindo como um passe de mágica. Realmente eu fiquei estarrecida com o que eu descobri de mim mesma. Então, o meu conselho aqui é: se você acha que não tem um talento, comece a pesquisar coisas que gosta de fazer, mas vá bem fundo. Com certeza você também vai se surpreender quando o seu talento surgir como um estalo na sua mente;


2. Quando a sua ideia surgir, as pessoas (principalmente as mais próximas) não irão acreditar na sua capacidade, principalmente se você desejar empreender com algo totalmente diferente da sua profissão atual. Mas não culpe as pessoas por isso. Elas não sabem o que está na sua mente e provavelmente se você estivesse no lugar delas, agiria da mesma forma. Como diz uma frase, de um livro que li (mas não lembro agora qual): “Um dia antes de uma ideia revolucionária, é uma ideia louca”. Eles vão achar que você está louoa, vão te criticar, vão dizer que o seu negócio não dará certo. Esteja preparado para suportar a pressão. Pode até ser que você esteja louco mesmo, mas saiba que só os loucos empreendem. Eu sou completamente louca, tá! rs rs rs;


3. Um ponto importante nessa fase é não ter vergonha de realizar um trabalho que algumas pessoas talvez não achem “nobre”. Existem milhares de oportunidades ainda não exploradas e com certeza alguém irá se beneficiar daquilo que você sabe fazer melhor ou irá aprender a fazer como ninguém;


4. Não abra um negócio por dinheiro: dinheiro é consequência de muito trabalho;

5. Não pense que o seu resultado acontecerá do dia para a noite. Comece achando que vai demorar para ter retorno, e se ele acontecer antes, você se sentirá recompensado;

6. Você vai ver muita gente, principalmente na Internet falando que você vai ganhar muito, e trabalhar pouco! Mentira. Você vai trabalhar muito e vai demorar para ganhar dinheiro! Mas isso é normal, não desista!


7. Não tenha medo de mudar a sua ideia inicial. Com certeza a formatação final do seu negócio não será fruto da primeira ideia que você teve. Quando eu comecei, a minha ideia era totalmente diferente do que estou fazendo agora. Mas é assim mesmo que as coisas acontecem. É como uma escada: você vai subindo degrau por degrau até chegar onde quer estar;


8. Se tiver medo de arriscar, não comece;


9. Tenha audácia para executar a sua visão até que ela se torne realidade;


10. Tenha um alvo, uma meta, pois sem isso você errará todas as vezes;


11. Medir os resultados da sua caminhada não é opção, é obrigação. “Quem não mede, não gerencia”. Você precisa saber como administrar seu negócio e precisa medir os resultados. Como sou Contadora de formação posso te ajudar nisso, mas isso é um assunto para outra matéria;


12. Tenha em mente o seu objetivo e avance. Você vai errar, mas quanto mais cedo errar, mais cedo irá aprender a se levantar. Nossa...como eu errei! Mas se não tivesse errado não estaria onde estou hoje;


13. E por fim, não desista. Repito: não desista! Tudo vai acontecer para fazer você desistir: você vai se questionar se é isso mesmo que quer, seus pares não vão te apoiar, se você trabalhar de casa, vão dizer que você tem tempo de sobra e vão te dar obrigações extras, vão achar que agora que você é “chefe”, você não tem horários a cumprir, que não tem rotina, enfim, tudo vai conspirar para que dê errado. Desculpe a sinceridade, mas é a pura verdade. Mas...não desista!


Espero sinceramente que você tenha gostado do texto. Se você gostou, clique na barrinha logo abaixo desse texto e compartilhe no Facebook e não deixe de conferir os nossos próximos textos!


Um abraço,

Michelle Parreira





0 visualização
NOSSO TELEFONE

(11) 99335-0525| (11) 97444-5908

NOSSO EMAIL
NOSSOS HORÁRIOS

Segunda a Sexta, das 09h às 17h.

INSCREVA-SE AQUI
LINKS ÚTEIS
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2019 Sociedade das Marias